Sobre Ana

Entrevista com Ana Lívia Oliveira, consultora e proprietária da DALOS em Luxemburgo. Com um objetivo de vida em mente, morar fora do Brasil, Ana Lívia encontrou em Luxemburgo o lugar ideal para começar uma nova trajetória: abrir sua empresa, a DALOS. Vamos saber mais sobre a Ana e seu empreendimento?

Ana Lívia Oliveira

Consultora e Proprietária da Dalos

http://www.dalos.lu​

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
  • Instagram
No exterior
MINHA HISTÓRIA

Fale um pouco sobre você e o que fazia antes de vir morar em Luxemburgo.

Olá, sou Ana Lívia Oliveira, 38 anos , soteropolinana, baiana e moro em Luxemburgo há 12 anos .
Eu era estudante de jornalismo, e trabalhava como professora particular de português para estrangeiros.

Família fora do Brasil?

Sou divorciada a 8 anos, e tenho uma filha (Antonia) de 9 anos. Sou a “ ovelha negra” da família. A única que vive fora do Brasil.

Por que escolheu viver em Luxemburgo?

Sair do Brasil sempre foi o meu objetivo, sempre gostei de línguas, estudei inglês e espanhol desde muito pequena. Estava me organizando pra morar na França, queria estudar francês e trabalhar na Cruz Vermelha quando conheci meu ex marido. Namoramos a distância durante um ano, noivamos, casamos e me mudei definitivamente pra Luxemburgo.

​E o que faz hoje em Luxemburgo?

A DALOS é uma empresa que liga o Brasil e Luxemburgo há 2 anos. Oferecemos serviços de A a Z para empresas e pessoa física que desejam se instalar em Luxemburgo, desde buscar no aeroporto (transfers), tradução, organização de agenda, reserva de hotéis até a criação de empresa e acompanhamento no processo de obtenção da nacionalidade.
Além disso, presto serviço de consultoria para criação e conceito de novas empresas e faço parte da comissão internacional do CSV ( Partido socialista cristão).

E diz pra gente como foi o início da sua vida no exterior como empreendedora? Que barreiras encontrou, e que expectativas tinha e que tiveram que ser adaptadas, por exemplo?

Por incrível que pareça, a maior dificuldade foi interna. Meu primeiro empreendimento foi um restaurante, tinha 12 funcionários e era um restaurante muito famoso, eu era muito tímida e boazinha, logo entendi que na minha posição eu precisava mudar e esse foi um processo um pouco complicado, tive que vencer o medo, a vergonha de falar em público, a timidez. Era um restaurante brasileiro. Levou um tempo pra conseguir a matéria prima que eu precisava pro tipo de comida que nós servíamos, tive que importar da Alemanha. Encontrar uma equipe brasileira capacitada foi duro, então tive que formar os funcionários e isso custou bastante. Por ser jovem, 28 anos, ouvi muitas vezes de clientes: “ Quero falar com o patrão. ”

Acredito que muitas mulheres, não apenas por serem jovens, mas por serem mulheres, escutem isso todos os dias. E como o serviço oferecido é visto no mercado internacional, ou seja, como é ter seu próprio negócio no exterior?

 

Tenho muitos admiradores e parcerias com organizações e órgãos do governo,e isso me leva a crer que somos bem aceitos. Não é fácil empreender nem na sua terra natal, empreender no exterior exige uma atenção dobrada, as vezes, mesmo falando um outro idioma, encontro dificuldades com documentos ou até vícios de linguagem. Me sinto privilegiada em fazer parte de um grupo seleto e corajoso como o nosso.

Que conselho daria as futuras empreendedoras sobre a área em que atua, sobre como é empreender no exterior?

Planejamento é muito importante: pesquisar o mercado, fazer um business plan, se aperfeiçoar no que faz, não ter medo de errar ou de falir, amar o que faz e fazer o que ama, não focar em um retorno (financeiro) imediato, e ser paciente.

E o que gostaria de ver melhorado no setor em que atua no exterior?

Atualmente, tenho encontrado dificuldades para trazer clientes do Brasil pra Europa, o custo para empreender em Luxemburgo é alto. A política influencia diretamente na economia e, automaticamente, no mercado exterior. Nos resta esperar.

Quer fazer parte do nosso Projeto?

© 2020 Brempex 

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram